A ponte atlântica entre a Europa, a África e a América do Sul na época da globalização

junio 14, 2012 – junio 16, 2012

COORDINADORES: Neide Almeida Fiori | Maria Beatriz Rocha-Trindade



Resumen:

Esta proposta será concretizada com a participação de Professores Doutores de diversos continentes e instituições universitárias: Neide Almeida Fiori (Universidade do Sul de Santa Catarina / Brasil coordenadora); Maria Beatriz Rocha-Trindade (Universidade Aberta / Portugal); Gabriel Monteiro Fernandes (Universidade de Santiago / República de Cabo Verde); Christian Mwewa Muleka (Universidade de Sul de Santa Catarina / Brasil ? natural da República Democrática do Congo). Os pesquisadores endossam como referências principais a Sociologia, a História, a Educação, a Antropologia tendo ainda, como eixos condutores, questões relacionadas com cultura, economia e política. Entendem, com apoio em diversos autores, que a cultura-mundo " a dos tempos da globalização" apresenta nuances diversificadas e aparentes contradições como: apresentar um caráter de imediatista e, ao mesmo tempo, não desprezar a herança do passado e, embora individualista, colocar esperanças na participação política e social – mesmo apresentando um caráter individualista consegue indignar-se com as injustiças. Enfim, mesmo convivendo com a ausência (ou fragilidade) dos grandes paradigmas norteadores do social, de um lado, a cultura-mundo continua racional e laica mas, de outro lado, mostra-se sensível a um horizonte onde desponta a religiosidade quase como uma resposta à ausência dos grandes paradigmas, que antes apontavam, com segurança, os rumos a seguir (Gilles Lipovetsky e Jean Serroy).

No campo desse universo de idéias, os pesquisadores apresentarão suas comunicações com olhares construídos a partir da formação acadêmica, da trajetória de reflexões que construíram no tempo e da visão intelectual de cada um. Essa postura que, num certo sentido, aponta para a individualidade/particularidade, desenvolver-se-á sem que os pesquisadores esqueçam o papel integrador da temática geral aqui proposta que é de analisar relações que, atravessando o Atlântico, estabelecem-se entre a Europa, a África e a América do Sul na época da globalização, sob as perspectivas cultural, econômica e política.

Esta atividade reúne pesquisadores de diferentes países que já vêm desenvolvendo, desde algum tempo, estudos acadêmicos em conjunto. A situação mais recente refere-se ao "XI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais" (CONLAB) realizado de 07 a 10 de agosto de 2011 na cidade de Salvador, no Brasil, ocasião em que apresentaram seus estudos para debate na Mesa Coordenada "Identidades, migrações: dinâmica conceptual e práticas políticas"




Idiomas: Portugués


Formato: Mesa Redonda


Información del panel



Aviso legal | Créditos | CSS válido | HTML válido